Basset Hound

Basset Hound

Características da raça

Hoje em dia, o Basset Hound é criado principalmente como um pet, ou seja, um cão de companhia. Esta raça é adorável e se dá muito bem com crianças. A eterna aparência triste não deve ser levada em conta, pois o Basset Hound é um cão muito alegre e amoroso.

Com a cabeça semelhante à do Bloodhound e de pernas curtas, o Basset é uma das poucas raças de caça que se tornaram populares como cães de companhia.

Como um farejador incrível, é capaz de seguir um rastro por horas até encontrar o que procura. Portanto, se você não quer perder seu Basset Hound, não deixe de mantê-lo sempre à guia quando sair à rua, ou numa área bem delimitada, se morar em casa.

Apesar de ser de porte pequeno e de não precisar de um espaço muito grande no lar, o Basset requer uma boa dose de exercícios diários. Outro cuidado que se deve ter com a raça é a escovação dos pêlos. A pelagem do Basset Hound é curta, mas densa. Alguns especialistas afirmam que esta raça não se adapta bem a climas quentes.

Histórico

Os cães do tipo Basset existem há milhares de anos.
Integrantes da família dos Greyhounds, ilustraram por muitos anos a decoração dos túmulos dos antigos egípcios. No entanto, a raça Basset Hound é relativamente recente, tendo sido desenvolvida a partir do século XIX, na Inglaterra.

O Basset Hound originou-se do cruzamento entre o French Basset Artésien Normand e o Bloodhound.
Foi criado para ser um cão lento, o que permitia que fosse acompanhado a pé nas caçadas, e ideal para encontrar o rastro de lebres e coelhos (podendo também entrar nas tocas, por seu tamanho).

Perfil Clínico

O Basset Hound apresenta algumas condições clínicas, a saber:

Dermatites alérgicas
Há uma enorme variedade de alérgenos, como desinfetantes e cimento, aos quais esta raça é suscetível.

Instabilidade vertebral cervical
É uma má formação que geralmente ocorre entre as vértebras cervicais C2 e C3.

Luxação de Patela
Ocorre um deslocamento da patela (osso correspondente ao nosso joelho). É muito dolorosa ao animal, mas costuma ter uma regressão espontânea. Em casos graves é necessário procedimento cirúrgico.

Doença de Von Willebrand
Tem caráter hereditário e afeta o processo de coagulação sangüínea. Pode ser confirmada por meio de exames e pesquisa de fatores de coagulação. Não se deve cruzar cães portadores desta doença, pois é letal para os filhotes.

Atrofia progressiva da retina
Esta condição se desenvolve em exemplares a partir dos quatro meses de idade, podendo levar à cegueira total.

Resumo das características

Nacionalidade: Inglaterra/EUA
Porte: Médio
Temperamento: Balanceado
Treinabilidade: Teimoso
Grau de Proteção: Moderado
Espaço Necessário: Médio
Altura Mín. – Max.: 33cm – 38cm
Peso Mínimo: 18 kg
Peso Máximo: 27.2 kg
Nível de Energia: Baixo
Exercícios Diários: 20 minutos
Cor: Tricolor
Tipo de Pêlo: Curto
Troca de Pêlo: Mínima
Tosa: Não
Valor Estimado: R$ 500 à R$ 1500